Fluxo de visitantes a shopping centers cai 1,52% em abril, de acordo com IVSC

Por Equipe FX em 21.05.2019 às 18h38

Compartilhe

Recuo no número de visitantes também reflete na queda da quantidade de vendas realizadas pelos varejistas

O Índice de Visitas a Shopping Centers (IVSC) registrou uma queda no fluxo de visitantes nos shopping centers brasileiros em abril de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) em parceria com a FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo para o varejo.

O indicador caiu 1,52% em todo o território nacional. O desempenho negativo refletiu nas quatro regiões analisadas. O Sul teve queda de -1,26%, seguido por Centro-Oeste, -1,42%, Sudeste, com -1,62%, e Nordeste, com -1,79%.

Se comparar com março de 2019, o IVSC também apresentou número negativo no país, com declínio de 1,63%. As regiões Sudeste e Sul tiveram retrações de 1,41% e 2,55%, respectivamente. Já o Centro-Oeste teve aumento de 2,74% e o Nordeste 1,13%. No acumulado dos quatro primeiros meses do ano, a queda é de 3,50% em todo o país.

Pedro Paulo Silveira, Economista Chefe da Nova Futura Investimentos, acredita que essa queda é decorrência do cenário macroeconômico. “Ainda que o país dê sinais de uma lenta recuperação em todos os setores, o varejo ainda reflete a desconfiança do consumidor e demora para conseguir demonstrar um avanço”.  

Já para Flávia Pini, CMO da FX Retail Analytics, afirma que os próximos meses deve reverter essa tendência de queda no fluxo de pessoas. “Agora começa a temporada de datas especiais para o varejo, como o Dia das Mães, férias escolares e eventos do segundo semestre”.

Faturamento também registra queda

No levantamento de vendas das lojas em shopping centers, o IVSC também registra uma queda no faturamento. Os dados são obtidos em parceria com a fintech Finanças 360º, plataforma de gestão financeira com conciliação automática de vendas por cartão para o pequeno e médio varejista.

Na comparação com abril de 2018, os centros de compras tiveram queda de 2,52% na quantidade de vendas realizadas e um ligeiro recuo de 0,09% no valor faturado. Já em relação à março de 2019, houve uma grande queda de 15,68% no número de transações e de 6,19% no volume financeiro total.

“Ainda que o mês de abril tenha uma data tão importante como a Páscoa, as vendas se mostraram irregulares devido ao reflexo na queda do fluxo de visitantes. A expectativa é que os próximos meses possam ser melhores”, comenta Henrique Carbonell, sócio-fundador da Finanças 360º.  

Deixe seu comentário
*
*

© 2019 FX - Retail Analytics - Todos os direitos reservados.