Fluxo de visitantes a shopping centers cai 2,69% em junho, de acordo com IVSC

Por Equipe FX em 26.07.2019 às 15h50

Compartilhe

Queda no fluxo de consumidores também reflete nas vendas dos lojistas

O Índice de Visitas a Shopping Centers (IVSC) registrou uma queda no fluxo de visitantes nos shopping centers brasileiros em junho de 2019, em comparação com o mês anterior. Os dados são da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) em parceria com a FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo para o varejo.

O indicador caiu 2,69% em todo o território nacional em relação a maio. A região Sudeste foi a única que teve um desempenho positivo, com aumento de 1,34%. Já o Sul e o Nordeste tiveram quedas de 2,46% e 1,7%, respectivamente. No acumulado de 2019, o recuo é de 3,83% em todo o país. 

Na comparação com junho de 2018, o IVSC também teve queda de 3,44% em todo território nacional, com índices negativos nas três regiões analisadas. A região Sul teve um declínio de 2,42%, seguida pelo Nordeste, com 2,57%, e Sudeste, com 3,12%. 

Pedro Paulo Silveira, Economista Chefe da Nova Futura Investimentos, explica que a queda simboliza a flutuação do próprio mercado no cenário macroeconômico. “O desempenho do varejo está muito atrelado a fatores externos. Como o país caminha a passos lentos em sua recuperação econômica, é natural essa variação de um mês para o outro”. 

Já para Flávia Pini, CMO da FX Retail Analytics, afirma que houve também a influência do Dia das Mães em maio, uma das principais datas do comércio nacional. “Ainda que o mês de junho englobe o Dia dos Namorados e as festas juninas, é inegável a tradição e a força que o Dia das Mães possui no setor varejista, impulsionando mais as vendas”. 

Fluxo de visitantes baixo reflete nas vendas

A queda no número de visitantes em shopping centers no mês de junho refletiu nas vendas. O levantamento do IVSC mostra queda tanto na quantidade de transações quanto no faturamento. Os dados são obtidos em parceria com a fintech Finanças 360º, plataforma de gestão financeira com conciliação automática de vendas por cartão para o pequeno e médio varejista.

Na comparação com maio de 2019, os centros de compras registraram quedas de 2,38% na quantidade de vendas realizadas e de 8,03% no valor faturado. Em contrapartida, na comparação com o mesmo período de 2018, houve um aumento de 10,67% no número de transações e de 0,75% no volume financeiro total. 

“Os dados reforçam que o mês de junho tende a ser mais fraco do que maio por conta do Dia das Mães, uma data que tradicionalmente movimenta produtos de maior valor. A boa notícia é que, em comparação com junho de 2018, houve recuperação, mostrando que o setor está retomando seu crescimento”, comenta Henrique Carbonell, sócio-fundador da Finanças 360º.

Deixe seu comentário
*
*

© 2019 FX - Retail Analytics - Todos os direitos reservados.