No mês de outubro o fluxo de visitas nos Shopping Centers cresceu 2,87% e as lojas físicas de eletrônicos tiveram alta pelo 3º mês consecutivo.

Por Equipe FX em 13.11.2019 às 17h37

Compartilhe

Índice de Shoppings

Quantidade de visitantes em centros comerciais no país também foi maior na comparação com setembro de 2019

O Índice de Visitas a Shopping Centers (IVSC) registrou crescimento no fluxo de visitantes nos centros comerciais brasileiros, em outubro de 2019, se comparado com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) em parceria com a FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo para o varejo.

O indicador subiu 2,87% em todo o território nacional em relação a outubro de 2018. A região Nordeste foi a que teve maior crescimento, com 3,26%. A região Sul aumentou 2,20%, enquanto o Sudeste foi a única região que registrou recuo, com -1,76%.

Na comparação com setembro de 2019, o IVSC também obteve desempenho positivo, com aumento de 3,69%. Desta vez, a região Sudeste foi a que alcançou o maior crescimento, com 4,48%, e o Sul cresceu 3,75%. O Nordeste, por sua vez, caiu: -2,25%. No acumulado do ano, a queda é de 2,98%.

Pedro Paulo Silveira, economista-chefe da Nova Futura Investimentos, indica que o aumento no fluxo de visitantes pode representar uma retomada do varejo conforme avançam as reformas do Governo Federal. “Depois de muita negociação, as reformas idealizadas na esfera federal começam a ser votadas, dando mais confiança para consumidores e lojistas.”

Para Flávia Pini, CMO da FX Retail Analytics, o índice positivo já reflete a proximidade de datas importantes para o varejo nacional. “Os últimos três meses do ano são fundamentais para os varejistas, com diversas datas que estimulam a compra, como Dia das Crianças, Black Friday e fim de ano.”

Índice de lojas físicas

É o terceiro mês consecutivo que esse tipo de loja lidera o indicador. Entre as regiões, Centro-Oeste também mantém a liderança na comparação com o mesmo período do ano anterior

As lojas físicas de eletrônicos são as que tiveram o melhor desempenho do país no fluxo de visitantes em outubro na comparação com o mesmo período de 2018. É o terceiro mês consecutivo que a região lidera o Índice de Lojas Físicas, levantamento realizado em conjunto pela FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo para o varejo, e F360º, plataforma de gestão de varejo para franquias, pequenos e médios varejistas.

Entre os segmentos, as lojas de eletrônicos cresceram 18,32%. As categorias moda e utilidades domésticas também cresceram significativamente, com 8,20% e 6,59%, respectivamente. Ótica, com 3,52%; chocolateria, com 3,48%; e calçados, com 1,13%, também cresceram. Já beleza (-2,08%), home center (-3,34%) e farmácia (-5,36%) tiveram queda no período. 

No comparativo com setembro de 2019, o maior crescimento foi na categoria de artigos infantis, com 24,60%, seguida de utilidades domésticas, com 11,98%. Os segmentos ótica (8,81%), calçados (6,18%), farmácia (5,56%), beleza (4,21%), moda (3,48%) e eletrônicos (0,75%) também tiveram alta. Já home center e chocolateria caíram 3,20% e 7,61%, respectivamente.

Índice de visitas as lojas físicas por segmento

No comparativo entre as regiões, o Centro-Oeste cresceu 4,66% em relação a outubro de 2018 e lidera pelo segundo mês consecutivo. O Sudeste e o Norte também registraram crescimento, com 3,79% e 3,53%, nesta ordem. Já as regiões Sul e Nordeste diminuíram, apresentando -1,90% e -3,27%, respectivamente. Dessa forma, o desempenho nacional foi positivo, com 2,83%. 

Índice de visitas as lojas físicas por região Ano a Ano

Em relação a setembro de 2019, o Índice de Lojas Físicas teve aumento nas cinco regiões do país. O melhor desempenho foi do Sul, com 4,25%, seguido por Centro-Oeste (4,12%), Sudeste (3,76%), Norte (1,36%) e Nordeste (0,84%). Dessa forma, o movimento na média das lojas brasileiras cresceu 3,29%.

“O mês de outubro sinaliza uma recuperação do varejo nacional, impulsionado pelo Dia das Crianças e pela proximidade do fim de ano, com aumento na procura por ofertas e descontos. Espera-se que esse desempenho positivo continue nos próximos meses”, explica Flávia Pini, CMO da FX Retail Analytics. 

Indicador de vendas também registrou alta em outubro

O aumento no número de visitantes em outubro também impactou positivamente as vendas. O Índice de Lojas Físicas mostra crescimento tanto na quantidade de transações quanto no faturamento em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são da fintech F360º.

Na comparação com outubro de 2018, os centros de compra registraram crescimento de 6,92% na quantidade de vendas realizadas e de 3,81% no valor faturado. Na comparação com setembro de 2019, houve crescimento ainda maior: 25,36% no número de transações e 8,58% no volume financeiro total. 

“O número de transações acompanha o índice de fluxo. É natural que a maior quantidade de pessoas circulando nas lojas gere mais vendas. Além disso, outubro inicia um período fundamental para o varejo brasileiro, com as vendas de fim de ano se aproximando”, comenta Henrique Carbonell, CEO da F360°.


Deixe seu comentário
*
*

© 2019 FX - Retail Analytics - Todos os direitos reservados.