Novembro faz fluxo de visitantes disparar nas lojas físicas, indicam FX Retail Analytics e F360°

Por Equipe FX em 12.12.2019 às 17h49

Compartilhe

Cenário otimista é impulsionado pela Black Friday e proximidade do fim de ano; todos os segmentos analisados  tiveram desempenho positivo. 

São Paulo, dezembro de 2019 – Impulsionado pela Black Friday e pelas compras de fim de ano, o mês de novembro fez disparar o fluxo de visitantes nas lojas físicas de todo o País. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve um salto de 28,46% no movimento das  lojas, segundo o Índice de Visitas as  Lojas Físicas, levantamento realizado em conjunto pela FX Retail Analytics, empresa especializada em monitoramento de fluxo para o varejo, e pela F360º, plataforma de gestão de varejo para franquias, pequenos e médios varejistas.

Todas as categorias contempladas na pesquisa apresentaram crescimento. As lojas de eletrônicos cresceram 36,65%, enquanto utilidades domésticas tiveram alta de 34,31%, e moda, de 31,81%. Em seguida, a categoria chocolateria cresceu 29,88%, seguida por ótica (26,37%), beleza (23,73%), calçados (11,57%) e drogaria (6,78%).

No comparativo entre as regiões, o Sudeste se destacou ao crescer 30,83% em relação a novembro de 2018. Os outros Estados também tiveram desempenho positivo: Norte (24,59%), Sul (23,45%), Nordeste (22,89%) e Centro-Oeste (17,21%). 

“O último mês veio impulsionado pelas vendas de Black Friday, data que já é estabelecida no mercado varejista brasileiro. O bom desempenho das vendas mostra a recuperação da confiança do consumidor, que será reflexo para o ano de 2020” afirma Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC).

Mês a mês 

Em relação a outubro de 2019, o crescimento do fluxo de visitas a lojas físicas foi ainda mais expressivo. De acordo com o indicador de FX e F360º, houve um aumento de 35,88% em todo o Brasil nesse intervalo. O crescimento foi puxado pela categoria de produtos de beleza, que registrou salto de 47,94%, seguida de moda (44,02%), calçados (42,14%), chocolateria (32,83%), ótica (26,32%), utilidades domésticas (25,76%), drogaria (18,30%), eletrônicos (16,87%) e home center (13,12%). 

O Índice de Lojas Físicas mostra que, de outubro a novembro, a Região Sul do País ficou na frente, com crescimento de 40,19% no fluxo de visitas. Atrás estão, respectivamente, Sudeste (36,48%), Norte (33,94%), Nordeste (30,59%) e Centro-Oeste (23,73%). 

“Novembro voltou a mostrar que o varejo nacional está com fôlego nesse movimento de retomada. A Black Friday e a proximidade do Natal multiplicaram as ofertas de produtos e os descontos, atraindo mais consumidores para dentro das lojas”, explica Flávia Pini, CMO da FX Retail Analytics. 

Indicador de vendas também registrou alta em novembro

O aumento no número de visitantes em novembro também impactou positivamente as vendas. De acordo com dados da fintech F360º, houve um aumento de 28,6% no fluxo de transações no varejo na comparação com o mesmo período do ano passado. 

Na análise regional, o Centro-Oeste despontou no mês com um salto de 86,2%, bem à frente das outras regiões do País. O crescimento no Norte foi de 57,4%; no Sul, de 31,1%; no Sudeste, de 21,9%; e no Nordeste, de 8,5%. 

Já na comparação com o mês de outubro, o saldo também foi positivo nas transações do varejo, tendo um aumento de 29,7%. 

“O número de transações em lojas segue acompanhando o índice de fluxo. Isso por que os brasileiros não estão apenas pesquisando nas lojas, mas efetuando as compras no ambiente físico. Além disso, o período de Black Friday colaborou para alavancar as vendas ”, comenta Henrique Carbonell, sócio-fundador da F360°.



Notice: Undefined variable: aria_req in /home/fxdataha/public_html/wp-content/themes/fx_v3/comments.php on line 65

Notice: Undefined variable: aria_req in /home/fxdataha/public_html/wp-content/themes/fx_v3/comments.php on line 70
Deixe seu comentário
*
*

© 2020 FX - Retail Analytics - Todos os direitos reservados.