Do fluxo ao data intelligence: FX muda posicionamento para oferecer novos insights ao varejo

Por Equipe FX em 11.11.2020 às 18h36

Compartilhe

Empresa expande atuação e passa a oferecer indicadores inteligentes a partir de Inteligência Artificial e do cruzamento de diferentes informações sobre a operação do negócio

Inteligência pode ser entendida como a capacidade de conhecer, compreender, raciocinar, pensar e interpretar. A essas habilidades a FX combinou o ato de recomendar melhores decisões e alterou o seu posicionamento no mercado de soluções para o varejo. A partir de agora, mais do que fluxo de visitantes, a empresa é uma plataforma de data intelligence.

Por meio da tecnologia computacional dirigida por inteligência artificial, a empresa consegue, mais do que entregar dados sobre a movimentação de visitantes no interior da loja, proporcionar insights preditivos, recomendando ações para melhorar a gestão, reduzir perdas e potencializar a rentabilidade do negócio.

Isso é possível através da combinação dos dados coletados por meio da visão computacional, como as características do fluxo, unidos a outras fontes de informação –  do cliente, como por exemplo os dados de venda; e externas, como: clima, temperatura e sazonalidade. Assim, serão entregues recursos focados em gestão da força de vendas, estimação de demanda, previsão de escala, abastecimento inteligente (OTB) e ainda outros que podem ser desenvolvidas sob demanda de acordo com a “dor” do varejista.

“É um passo além. Vamos deixar de ser simplesmente analytics para ser como o Waze, ou seja, recomendar as melhores ações e fazer análises preditivas para nossos clientes, sempre pensando na rentabilidade da operação. Dados são fundamentais, mas sem inteligência eles não se tornam relevantes ao dia a dia do negócio”, explica Flávia Pini, CEO da FX Data Intelligence.

A empresa foi criada em 2015 e faz parte da HiPartners Capital & Work, grupo de empresários e investidores que investe em soluções disruptivas para o varejo. Pensada inicialmente como plataforma para medir o fluxo de visitantes no varejo físico, em cinco anos acompanhou a maturidade do varejo brasileiro, oferecendo diferentes indicadores que auxiliam na tomada de decisão das companhias.

Matéria publicada em: Revista Varejo Brasil

© 2020 FX - Data Intelligence- Todos os direitos reservados.