Na recessão Temer-Meirelles, brasileiros fogem dos Shoppings

Por Equipe FX em 23.01.2017 às 20h10

Compartilhe

O fluxo de visitantes nos centros de compras do País apresentou recuo de -3,48% nos 12 meses de 2016 quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Os dados são do índice IVSC (Índice de Visitas a Shopping Centers), realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE), em parceria com a FX Retail Analytics, empresa especializada no monitoramento de fluxo do varejo.

Na comparação com o dezembro de 2015, o volume de pessoas que circularam os shopping centers no último mês do ano sofreu uma queda de -1,52%. O maior recuo ocorreu na região Sudeste, com -3,71%. As regiões Sul e Nordeste, por sua vez, registraram aumento no fluxo de 0,37% e 1,15%, respectivamente. Por outro lado, impulsionado pelas festas de fim de ano, o mês de dezembro teve um expressivo aumento de 25,6% no fluxo de visitantes em relação a novembro.

Segundo Walter Sabini Junior, sócio-fundador da FX Retail Analytics, a alta de dezembro ante novembro foi motivada pelas festas de fim de ano, que naturalmente leva mais pessoas aos centros de compras. “Observamos, porém, que quando comparado com dezembro do ano passado, o ímpeto das famílias em ir ao shopping-center diminuiu em razão de um cenário macroeconômico ainda fragilizado, comprometendo o nível de renda do consumidor”, avalia.

© 2019 FX - Retail Analytics - Todos os direitos reservados.